Este site utiliza código Javascript.
Estou em: » Socioeducandos expõem suas produções em feira na Alepa

Socioeducandos expõem suas produções em feira na Alepa

Uma das principais ferramentas necessárias dentro do trabalho da socioeducação é a realização de cursos e oficinas para que se possa despertar novos interesses e incentivar as habilidades dos jovens. A Fundação de Atendimento Socioeducativo do Pará, através dessas dinâmicas, sempre buscou proporcionar experiências proveitosas e trazer visibilidade para as realizações positivas dos socioeducandos. Com o objetivo de destacar o potencial pedagógico e profissional dos cursos realizados nas unidades, a fundação aceitou o convite para realizar uma feira de exposição de trabalhos como pinturas, artesanatos e comidas feitos pelos jovens inseridos no sistema na segunda-feira (22). O evento foi na Assembleia Legislativa do Estado do Pará (Alepa), e também contou com uma sessão especial alusiva ao Dia do Conselheiro Tutelar, fundamental na defesa dos direitos da criança e do adolescente.

 

   

 

A dinâmica da feira foi articulada pelo gestor do Complexo Esportivo e Cultural - Apoena, Emerson Valadares, e concretizada com o objetivo de trazer reconhecimento a esse tipo de dinâmica que faz parte do processo socioeducativo. “O intuito da feira é apresentar os trabalhos que são realizados nas unidades com os educadores de arte, e no espaço Apoena, que abraça o eixo esporte, cultura e lazer. É um momento é de expor esses trabalhos que eles realizam durante o ano, como o de artesanato, de horticultura, produção de panificação, etc. E é muito importante também para que a sociedade conheça o que é feito nas unidades, a importância cultural que é dada, o incentivo ao empreendedorismo que pode ser desenvolvido posteriormente”, comentou o gestor.

 

   

 

Após a feira, houve a realização de uma sessão especial no auditório João Batista da Alepa, em homenagem ao Dia do Conselheiro Tutelar, celebrado no dia 18 de Novembro, idealizada pela deputada professora Nilse Pinheiro. A Fasepa foi representada pela diretora de atendimento socioeducativo, Vilma Moraes. “Uma data como essa é de suma importância para o cenário de garantia dos direitos dos socioeducandos. Homenagear o Dia do Conselheiro Tutelar demonstra a relevância que eles têm nesse âmbito. O conselheiro tutelar está presente desde o surgimento do ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente) de forma muito persistente buscando a efetivação de direitos. E esse protagonismo demonstra que, se atuarmos de forma preventiva, junto ao conselho e ao sistema de direito como um todo, iremos evitar muitas violações de direitos”, explicou Vilma. 

 

   

 

A secretária geral dos Conselhos Tutelares de Belém, Jerusa Honorato, também esclareceu sobre o destaque que é necessário que o Conselho tenha. “Acredito que é um momento de muita reflexão em relação as nossas atribuições, além da importância da sociedade compreender nosso trabalho. É muito importante para que também possamos de fato buscar essa garantia de direitos de nossas crianças e adolescentes, sobretudo hoje, enfrentando uma pandemia em que os desafios aumentaram ainda mais. Então estamos aqui também para somar nessa maior valorização do conselho tutelar”, ressaltou a conselheira.

 

                                                  

 

O Promotor de Justiça da Infância e Juventude, Antônio Lopes Maurício; o Presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (Comdac), Murilo Monteiro; major Érika Silva da Costa, da Companhia Independente Especial de Polícia Assistencial (Ciepas) e Francisco Magalhães, conselheiro tutelar de Rondon do Pará foram outras personalidades também presentes na sessão.

 

Texto: Kauanny Cohen/ Ascom Fasepa 

Fotos: Dani Valente/ Luiza Quemel/ Ascom Fasepa 

 

 

 

 

imagem: 
Imagem ilustrativa da notícia.
Desenvolvimento: PRODEPA Usando CMS livre - Drupal Sítio Acessível