Este site utiliza código Javascript.
Estou em: » Fasepa realiza Oficina de Comunicação Não Violenta para servidores

Fasepa realiza Oficina de Comunicação Não Violenta para servidores

Propor uma comunicação não violenta para quem vem de um contexto de violência é um desafio que deve ser superado na rotina socioeducativa. Com essa perspectiva, o Núcleo de Práticas Restaurativas (NPR) da Fundação de Atendimento Socioeducativo do Pará (Fasepa) reuniu, nesta quarta-feira (18), os servidores da Unidade de Atendimento Socioeducativo (UASE) Ananindeua 3 para realizar o último encontro da Oficina de Comunicação Não Violenta, no auditório da Sede Administrativa. 


 
 
O ciclo de três encontros tem o objetivo de conscientizar os servidores de todas as categorias da UASE, desde a portaria à equipe técnica, para fomentar uma cultura de paz e respeito na rotina do atendimento socioeducativo. No primeiro momento, foi realizado nos dias 12 e 13 de agosto, na própria unidade, ambiente em que os servidores exercem suas funções.

 
Para a gestora da UASE, Helennice Rocha, a comunicação não violenta é um tema que vai ajudar a refletir sobre a "nossa postura, a nossa conduta, a nossa relação tanto com os socioeducandos quanto com os nossos colegas de trabalho para mudar os nossos paradigmas". Ela explica que a oficina é justamente para "afinar todas as atividades para que a rotina se torne mais leve para todos, para que a gente tenha um ambiente mais saudável no dia a dia".

 
A metodologia da oficina foi conduzida observando os quatro princípios básicos da comunicação não violenta: observação, sentimento, necessidade e pedido, segundo a psicóloga do NPR, Tereza Caleja. "As dinâmicas foram organizadas para que as pessoas que participam da oficina consigam observar e se observarem no dia a dia, e perceber como a linguagem e o comportamento dela estão impactando na sua vida pessoal e profissional, se é uma comunicação não violenta que ela está realizando com ela e com o outro", explica Tereza ressaltando a necessidade de não julgar e ao mesmo tempo gerar empatia no outro para a construção de ambientes saudáveis de relacionamento.

 
 
A ação está sendo planejada para alcançar as outras unidades socioeducativas do estado. Os próximos encontros já estão previstos para serem realizados no início do mês de setembro na UASE Benevides.
 
Texto e fotos: Franklin Salvador/ Ascom Fasepa
 
 
imagem: 
Imagem ilustrativa da notícia.
Desenvolvimento: PRODEPA Usando CMS livre - Drupal Sítio Acessível