Este site utiliza código Javascript.
Estou em: » Troca de experiência: Fasepa recebe visita de coordenador de unidade socioeducativa de Teresina

Troca de experiência: Fasepa recebe visita de coordenador de unidade socioeducativa de Teresina

O trabalho socioeducativo no Brasil se mostra extremamente complexo e diversificado, e por isso, para quem se dedica a essa área, é sempre importante haver trocas de experiências para entender as diferentes realidades entre as regiões do país. A Fundação de Atendimento Socioeducativo do Pará (FASEPA) recebeu a visita de um coordenador que atua em uma unidade socioeducativa de semiliberdade em Teresina, Piauí, em duas de suas unidades, o CSEM (Centro de Internação Masculino) e a CAS 2 (Centro de Atendimento de Semiliberdade), em que teve a oportunidade de conhecer o funcionamento e as diferenças entre os processos socioeducativos dos dois estados.

 

Durante a recepção, o coordenador Apollo Neto conversou com os gestores enquanto percorria as instalações das unidades e pôde se familiarizar principalmente com o sistema organizacional que a instituição tem. “Foi muito importante essa troca de experiência porque eu pude observar o quanto o sistema socioeducativo do Piauí tem evoluído com mudanças significativas tanto em questão estrutural quanto organizacional. Aqui, pude ver muito comprometimento dos coordenadores, das pessoas que estão a frente das unidades”, declara Apollo.

 

 

 

Com diversos pontos positivos constatados, a Instituição causou uma boa impressão com a visita. “Chamou muito minha atenção a questão organizacional, os cronogramas, os horários para as atividades, com um compromisso muito grande em trabalhar de fato a profissionalização dos adolescentes, na conscientização acerca dos seus direitos e deveres. Então, eu saio daqui muito feliz com a experiência e com as informações que eu pude recolher para estar passando para o nosso sistema e agradeço muito o apoio e receptividade da Fasepa”, completa o coordenador.

 

A assistente social, Gleice Rosana, acompanhou e auxiliou Apollo na visita pelas unidades, também coletando informações. “Foi uma troca muito gratificante tanto para ele quanto para nós. Inclusive algumas situações a qual a Fasepa já vem adotando, lá eles ainda estão construindo, e algumas coisas também já possuem lá na questão da segurança. Foi uma ótima experiência também porque conhecer o trabalho de outro estado, uma unidade que não seja da Fasepa é uma coisa que vem nos dar uma nova visão da socioeducação aqui”, comentou.

 

 

 

 

Texto: Kauanny Cohen/Ascom Fasepa

Fotos: Kauanny Cohen 

imagem: 
Imagem ilustrativa da notícia.
Desenvolvimento: PRODEPA Usando CMS livre - Drupal Sítio Acessível