Este site utiliza código Javascript.
Estou em: » VII Pará Expojoia expõe trabalhos de adolescentes da Funcap

VII Pará Expojoia expõe trabalhos de adolescentes da Funcap

 

Amazonita, variedades do quartzo, ônix e hematita muiraquitã. Essas e outras gemas preciosas estão em exposição, juntas a outras centenas de peças de biojoias, na sétima edição do Pará Expojoia, que iniciou hoje no Espaço São José Liberto/Polo Joalheiro do Pará, em Belém.

 

Cerca de 400 trabalhos produzidos por adolescentes que cumprem medidas socioeducativas em unidades da Fundação da Criança e do Adolescente do Pará (Funcap) e que concluiram o curso de Lapidação de Gemas Minerais, iniciado em julho passado, no Instituto de Gemas e Joias da Amazônia (Igama), estão em exposição até o próximo dia 12 de dezembro.

 

O curso de Lapidação de Gemas Minerais é uma iniciativa da Funcap com o Igama, como forma de inserir adolescentes em conflitos com a Lei no mercado de biojoias, em ascenção na região amazônica, por meio do projeto Jovens Lapidários,  "significando aumento de mão de obra para o mercado de biojoias", afirma Lindalva Santana, coordenadora do Projeto Terra Viva.

 

O Terra Viva é o projeto de educação ambiental da Funcap, cujo objetivo é profissiionalizar adolescentes envolvidos em atos infracionais na área ambiental (jardinagem, olericultura, compostagem, água e meio ambiente). Os adolescentes participam de oficinas, palestras e atividades práticas de cultivo.

 

 

 

imagem: 
Imagem ilustrativa da notícia.
Desenvolvimento: PRODEPA Usando CMS livre - Drupal Sítio Acessível