Este site utiliza código Javascript.
Estou em: » Adolescentes iniciam novos cursos profissionalizantes

Adolescentes iniciam novos cursos profissionalizantes

 

 

Cerca de 30 adolescentes envolvidos em atos infracionais participam dos cursos de Manutenção de microcomputadores e Rotinas administrativas, na Escola República de Emaús, no bairro do Bengui, em Belém.

 

 

Termo de cooperação técnica entre Fundação da Criança e do Adolescente do Pará (Funcap), Secretaria de Trabalho, Emprego e Renda (Seter) e Movimento República de Emaús permite o ingresso desses adolescentes nos dois cursos profissionalizantes, a fim de abrir oportunidades no mercado de trabalho aos jovens que cumprem medidas socioeducativas em regime de internação e semiliberdade nas unidades da Funcap.

 

Na aula inaugural, a presidente declarou a esperança que deposita nos jovens. “Esperamos que de fato esses jovens possam cortar os vínculos com a violência e a criminalidade e encontrem uma colocação no mercado de trabalho”.

A aula inaugural também contou com representantes da Seter e do Movimento República de Emaús.

 

Os adolescentes foram selecionados obedecendo a critérios como idade mínima de 16 anos, freqüência às salas de aulas, bom relacionamento com colegas e equipe técnica e o tempo em que cumpre a medida socioeducativa.

 

F. S. C., 17 anos, que cumpre medida de internação no Centro Socioeducativo Masculino (CSEM), afirma que nunca teve a oportunidade de fazer um curso profissionalizante e que vai aproveitar a chance. “Vou abraçar essa oportunidade para ter uma profissão”, afirma o jovem, que irá prestar vestibular em Biologia e Ciências Sociais, no próximo ano. 

 

 

 Além dos trinta adolescentes incluídos nos cursos, mais trinta socioeducandos de Santarém e Marabá também participam dos cursos naquelas unidades.

 

 

 

 

imagem: 
Imagem ilustrativa da notícia.
Desenvolvimento: PRODEPA Usando CMS livre - Drupal Sítio Acessível