Este site utiliza código Javascript.
Estou em: » Fasepa dialoga sobre os instrumentais técnicos do atendimento socioeducativo

Fasepa dialoga sobre os instrumentais técnicos do atendimento socioeducativo

A equipe da Diretoria de Atendimento Socioeducativo (DAS) da Fundação de Atendimento Socioeducativo do Pará (Fasepa) iniciou, nesta terça-feira (8), no auditório da sede, a programação da Roda de Conversa sobre o Plano Individual de Atendimento (PIA) e Relatórios com a participação de representantes das unidades socioeducativas do Estado. A ação vem com o intuito de reforçar o conceito desses instrumentais que são fundamentais para a garantia de um atendimento mais eficaz para o progresso do socioeducando durante o cumprimento das medidas socioeducativas. A programação seguirá até a quarta-feira (16). 


 

 

PIA
No acompanhamento de evolução pessoal e social do adolescente, o Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase) estabelece o PIA como uma ferramenta importante para a conquista de metas e compromissos pactuados com esse socioeducandos e sua família durante o cumprimento de sua MSE.


Diagnóstico Polidimensional

É um processo de avaliação pessoal e social do socioeducando tendo como perspectiva todas as dimensões de sua vida. Esse diagnóstico é fundamental para o Estudo de Caso.


Relatório de Acompanhamento de MSE
Encaminhado ao sistema de justiça, o Relatório de Acompanhamento de MSE enfatiza o desenvolvimento pessoal e social do socioeducando nocumprimento da MSE. Subsidiando dessa forma o Juizado, Ministério Público eDefensoria sobre o socioeducando. Neste instrumento deve constar trajetória devida, contexto social, condições de execução e aplicação da MSE tendo comosuporte, referência e ou parâmetros e execução do PIA, avanços e metaspactuadas e atingidas.    


Estudo de caso
É uma condição do PIA e permite que os técnicos de referência organizem os dados colhidos junto ao adolescente, sua família e seu grupo de pertencimento, suas dificuldades e ou facilidade para transitar nessas relações, assim como suas necessidades, aptidões, competências, interesses, sentimentos, sonhos e outros por ventura existente. É precedido pelo diagnóstico polidimensional que se inicia com acolhimento do adolescente na Unidade de Internação Provisória. 


Texto: Eduardo Quemel/ Ascom Fasepa

Revisão: Franklin Salvador/ Ascom Fasepa

 

 

imagem: 
Imagem ilustrativa da notícia.
Desenvolvimento: PRODEPA Usando CMS livre - Drupal Sítio Acessível