Este site utiliza código Javascript.
Estou em: » Fasepa e Cojovem aplicam o Programa Cidadão Digital nas Unidades Socioeducativas

Fasepa e Cojovem aplicam o Programa Cidadão Digital nas Unidades Socioeducativas

A Fundação de Atendimento Socioeducativo do Pará (Fasepa) em parceria com o Cojovem (Cooperação da Juventude Amazônica pelo Desenvolvimento Sustentável) deu início, no mês de outubro, ao Programa Cidadão Digital, nas unidades da socioeducativas. O Projeto foi até o mês de novembro e trabalhou com os socioeducandos 5 eixos: Segurança Digital, Prevenção e enfrentamento a violência online, Relacionamentos saudáveis na rede, Autocuidado e saúde emocional nas redes, e Educação Midiática.

 

  

O Programa Cidadão Digital é um projeto da SaferNet Brasil, que tem como articulador na região norte o Coojovem e visa promover a formação e mobilização de jovens para promoção da segurança e educação digital e midiática, o projeto foi realizado com adolescentes das Unidades de Atendimento Socioeducativo (UASES) 1, 2 e 3, onde reuniu 20 socioeducandos de cada unidade para abordarem os 5 eixos da ação.

  

Os jovens da Fasepa foram os primeiros em situação de privação de liberdade a participarem do projeto, pois, ele já vem sendo implantado com adolescentes da rede pública de ensino de todo o país. “A parceria com a Fasepa foi incrível, justamente para nós amplificarmos mais ainda a ação, não só no estado do Pará, mas no Brasil inteiro. Nós podemos ver na prática como a articulação multissetorial pode potencializar esse tipo de iniciativa, para abranger realidades diferentes, tornando o programa cada vez mais exitoso”, ressaltou a importância desta parceria a embaixadora do programa na região, Karla Giovanna.

 

Por meio de um diálogo horizontal e lúdico, utilizando a linguagem artística do rap, os socioeducandos puderam desenvolver ainda mais os eixos citados. Matheus Braga, coordenador de gestão de projetos do Cojovem, enfatizou como a ação contribui para a vida dos jovens, “falar sobre cultura e sobre cidadania é muito importante para que nós possamos nos aproximar ainda mais desses adolescentes. Então a metodologia utilizada levou a gente a esse encontro com jovens de diferentes realidades”.

 

 

Com o intuito de promover aos socioeducandos uma boa formação, tanto profissional quanto na vida pessoal, a Fasepa busca sempre parcerias que possam desenvolver ainda mais essas formações. A coordenadora do Núcleo de Práticas Restaurativas (NPR) da Fasepa, Érika Rocha, destacou como a parceria com o Cojovem deixou mais fortes as diretrizes do atendimento socioeducativo na fundação. “Foi uma ação de grande relevância, principalmente porque fortaleceu os eixos do atendimento socioeducativo, que são os eixos da educação e diversidade ético e racial, de gênero e orientação sexual, apontados pelo Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase)”, falou a coordenadora.

 

 

 

Texto: Eduardo Quemel/ Ascom/Fasepa
 

imagem: 
Imagem ilustrativa da notícia.
Desenvolvimento: PRODEPA Usando CMS livre - Drupal Sítio Acessível