Este site utiliza código Javascript.
Estou em: » Fasepa retoma as aulas respeitando os protocolos de saúde

Fasepa retoma as aulas respeitando os protocolos de saúde

Assim como em vários lugares do mundo, a volta às aulas na socioeducação também tem sido aguardada com cautela. A Fundação de Atendimento Socioeducativo do Pará (Fasepa) adotou algumas normas para garantir esse retorno com segurança, na última terça-feira (6), nas unidades de atendimento socioeducativo localizadas na Região Metropolitana de Belém.

 

No Pará, as aulas são ministradas pelos professores da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) dentro das próprias unidades. A Escola Professor Antônio Carlos Gomes da Costa, responsável pela educação dos adolescentes e jovens privados de liberdade, precisou adequar todos os procedimentos de acordo com o protocolos de saúde determinados devido a pandemia da Covid19.

 

Algumas mudanças foram feitas nas salas de aula como: pintura, higienização, pia instalada em cada bloco da sala de aula para lavagem das mãos. Como obrigatoriedade foi adotada a utilização do termômetro infravermelho para aferição da temperatura e o uso de máscara por todos, além do distanciamento social com a permanência de no máximo cinco alunos por sala respeitando o espaço entre eles. Os professores da Seduc também prepararam o reforço escolar com trabalhos extras e pesquisas para os alunos no contraturno das aulas com objetivo de tentar compensar o conteúdo atrasado causado pela pandemia.

 

As aulas foram suspensas no final de março. Segundo a coordenadora de atendimento socioeducativo da Fasepa, Regina Fernandes, o calendário escolar ainda não tem data determinada para o encerramento. "Nós demos início no processo e estamos aguardando o conselho estadual de educação dar o autorizo para fechar a data", explica Regina. Em Marabá e Santarém, as aulas ainda continuam suspensas sem previsão para o retorno. 
 

Texto: Franklin Salvador/ Ascom Fasepa

Fotos: Diretoria de Atendimento Socioeducativo da Fasepa

 

 

imagem: 
Imagem ilustrativa da notícia.
Desenvolvimento: PRODEPA Usando CMS livre - Drupal Sítio Acessível