Este site utiliza código Javascript.
Estou em: » Arguição Pública debate o papel dos gestores públicos na Alepa

Arguição Pública debate o papel dos gestores públicos na Alepa

Atendendo a rito constitucional previsto no Art. 92, inciso XX, da Constituição do Pará, o presidente da Fundação de Atendimento Socioeducativo do Pará (Fasepa), Miguel Fortunato, participou na última quarta-feira (11), no auditório da Assembleia Legislativa do Estado, de uma Arguição Pública com o objetivo de apresentar o cenário, um panorama da socioeducação a partir dos projetos e ações desenvolvidos pela Fundação.

 

  


Além do titular da Fasepa, outras duas instituições públicas estavam presentes representadas por seus dirigentes como o Centro de Perícias Científicas Renato Chaves, na figura do diretor, Celso Mascarenhas, e o Departamento de Trânsito do Estado do Pará (DETRAN), representado pelo diretor geral Marcelo Guedes. Nesse sentido, os parlamentares fizeram perguntas, tiram dúvidas e pediram alguns esclarecimentos sobre o fluxo, a dinâmica e os processos de trabalho.


Na ocasião, Miguel Fortunato, expôs os desafios, apresentou algumas alternativas como forma de superar alguns entraves relacionados ao trabalho, agradeceu a parceria e o apoio que vem recebendo do Governo do Estado no sentido de qualificar cada vez mais o serviço prestado aos adolescentes e jovens autores de atos infracionais e suas famílias.

 

                                                        


“Entre os projetos que nós estamos conduzindo está à implantação do primeiro Polo Produtivo da Socioeducação em parceria com a Fábrica Esperança, onde daremos um grande passo para promover a reinserção social desses jovens, tanto dos que cumprem medidas socioeducativas, quanto os egressos do sistema socioeducativo, por meio de cursos e oficinas profissionalizantes, voltados para a geração de emprego e renda”, pontuou Fortunato.
Para a deputada estadual, Nilse Pinheiro (Professora Nilse), destacou a importância do momento como exitoso, e observou “a importância da interação entre as instituições e o parlamento, para a melhoria do serviço prestado a população paraenses”, avaliou Nilse.

 

                                               

Texto e fotos: Alberto Passos/ Ascom Fasepa

imagem: 
Imagem ilustrativa da notícia.
Desenvolvimento: PRODEPA Usando CMS livre - Drupal Sítio Acessível