Este site utiliza código Javascript.
Estou em: » Apresentação marca início de uma nova jornada na socioeducação do Estado

Apresentação marca início de uma nova jornada na socioeducação do Estado

O corpo gestor da Fundação de Atendimento Socioeducativo do Pará (Fasepa) promoveu nesta quarta-feira (29), uma ambientação aos novos servidores que farão parte do quadro funcional da instituição. O acolhimento foi na Sede administrativa da Fundação e contou com aproximadamente 60 servidores, divididos em quatro categorias: equipe técnica (assistentes sociais e psicólogos), agente de artes práticas, motorista e monitor.


A agenda possibilitou que a presidência e as diretorias da Fasepa dessem as boas vindas aos novos servidores, apresentaram de maneira breve a missão institucional da Fundação, como as leis que regem a socioeducação, algumas normas e procedimentos de segurança, conduta ética e proferiram mensagens motivacionais aos recém-chegados. O encontro também contou com a participação da Polícia Militar do Pará PM-PA, representada pela Companhia Independente Especial de Polícia Assistencial (Ciepas).

 

    


Em sua fala de abertura, o titular da Fasepa, Miguel Fortunato, fez questão de destacar a importância de desenvolver um trabalho em equipe para o desenvolvimento da socioeducação no Estado. “A nossa expectativa é a melhor possível para que vocês colaborem para o desenvolvimento da socioeducação e compreendam que o nosso trabalho é pautado por leis e procedimentos que norteiam o nosso fazer profissional”, observou.

 

                                                                             


Ainda segundo ele, “a Fundação certamente caminhará para criar cada vez mais um universo de capacitação e qualificação para que vocês possam melhorar o serviço e condução do trabalho”, finalizou Fortunato.


ESTRUTURA - A Fasepa possui um total de 15 unidades socioeducativas. Dessas, 12 estão localizadas na Região Metropolitana de Belém, uma em Marabá e duas Santarém. A Fundação tem cerca de 2010 servidores que atuam em diferentes frentes de trabalho e de forma integrada com o Sistema de Garantia de Direitos em todos os 143 municípios que compõem o Estado do Pará. Entre os objetivos desses profissionais está garantir com absoluta prioridade os direitos constitucionais de adolescentes e jovens em cumprimento de medidas socioeducativas na perspectiva de possibilitar condições para que estes possam ser reintegrados ao convívio social.


“A PM, por meio do Ciepas, desenvolve ações sistemáticas em parceria com a Fasepa e os socioeducandos no intuito de contribuir e ser partícipes nesse processo de ressocialização dos socioeducandos. Nós desenvolvemos um trabalho preventivo com algumas orientações de segurança, atuamos na revista dos espaços socioeducativos e damos o suporte necessário quando somos acionados”, declarou o major da PM, que atua no Ciepas, Maurício Santana.

 

                                                                 


Após um período afastado da socioeducação em razão do término do seu contrato, o servidor Gustavo Nunes, que desenvolverá suas funções laborais como motorista na Gerência de transporte (GZET) se diz muito feliz em retornar à socioeducação e acredita que “o respeito com os colegas e aos socioeducandos, a seriedade no trabalho é fundamental para conseguir prestar um bom serviço. Com o acolhimento da Fasepa e desejo de mudança dos jovens, eu acredito que é possível nós conseguirmos ressocializá-los”, ressaltou Gustavo.


CONTEXTO SOCIAL - A diretora da Diretoria de Atendimento Socioeducativo (DAS) da Fasepa, Vilma Moraes, disse que o único direito que está ou foi suspenso de maneira provisória foi o ir e vir dos jovens. “Eles são sujeitos de direitos e precisam ser respeitados como tal. Nós devemos ter uma postura ética e uma conduta reta sabedores de que esses adolescentes atendidos pela Fundação vêm de uma condição de vulnerabilidade social e de um contexto social precário”, pontuou Vilma.

 

                                                         
 

Texto e fotos: Alberto Passos/ Ascom Fasepa

imagem: 
Imagem ilustrativa da notícia.
Desenvolvimento: PRODEPA Usando CMS livre - Drupal Sítio Acessível