Este site utiliza código Javascript.
Estou em: » Encontro resulta em Plano Municipal da Socioeducação para a região do Marajó

Encontro resulta em Plano Municipal da Socioeducação para a região do Marajó

Diferentes profissionais que fazem parte do Sistema de Garantia de Direitos que integram a Associação dos Municípios do Arquipélago do Marajó (AMAM) participaram nesta quarta-feira (20), na Sede da Fundação de Atendimento Socioeducativo do Pará (Fasepa), em Belém, do último dia do ‘Encontro Temático da Socioeducação’ que teve como objetivo a implantação dos Planos Municipais de Atendimento Socioeducativo em onze municípios do Estado.


A partir de um diagnóstico situacional posto por cada um dos participantes, que expuseram seus desafios dentro das especificidades locais da política de prevenção e no cumprimento de medidas socioeducativas em meio aberto como Prestação de Serviço à Comunidade e Liberdade Assistida, a Fasepa prestará o assessoramento técnico para que, juntamente com esses atores, sejam estruturadas as bases de um documento legal que norteará as ações em prol dos jovens.

 

                                                                   


A assistente social, Arlene Miranda, que atua no Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), no município de Afuá, diz que para que os resultados sejam efetivos, é fundamental integrar e fortalecer a rede de serviços socioassistencial. “A Fasepa já foi ao nosso município prestar algumas orientações técnicas, promoveu reuniões ampliadas com o Sistema de Garantia de Direitos e nós já conseguimos avançar em alguns aspectos, como por exemplo, o fechamento do nosso diagnóstico e já estamos na elaboração do nosso Plano Municipal”, destacou Arlene.

 

                                                                   


Ainda segundo ela, “ainda há alguns desafios a serem superados em relação à compreensão e a sensibilidade por parte do Ministério Público e o Poder Judiciário a respeito das medidas socioeducativas em meio aberto, bem como ações efetivas para evitar que os jovens não venham cumprir medidas socioeducativas”, observou Miranda.


O evento contou com a participação de uma equipe multiprofissional como pedagogos, psicólogos, assistentes sociais, conselheiros tutelares de onze municípios que compõem a região de integração do Marajó: Bagre, Afuá, Cachoeira do Arari, Chaves, Muaná, Oiras do Pará, Ponta de Pedras, Santa Cruz do Arari, Salva Terra, Soure e São Sebastião da Boa Vista.


A coordenadora de Regionalização e Apoio a Municipalização da Fasepa, Elinete Santos, ressalta que a Fasepa acompanhará as etapas do que está sendo pactuado para a elaboração dos planos municipais por meio do Projeto Político Pedagógico, onde fará as devidas orientações e o monitoramento das ações. “É necessário reunir esses profissionais que integram a rede de serviços, traçar um plano de trabalho que pautará as ações dentro realidade espacial de cada município, para que nós possamos garantir políticas públicas na área da educação, saúde, assistência social”, finalizou Santos.

 

                                                                

 

Texto: Alberto Passos

Fotos: Dani Valente e Alberto Passos

imagem: 
Imagem ilustrativa da notícia.
Desenvolvimento: PRODEPA Usando CMS livre - Drupal Sítio Acessível