Este site utiliza código Javascript.
Estou em: » Adolescentes levam mostra de panificação para servidores do TCE-PA

Adolescentes levam mostra de panificação para servidores do TCE-PA


Bolos, pães, tortas e salgados. Tudo isso com os mais variados sabores e preparados pelas mãos de adolescentes privados de liberdade. Esses produtos foram expostos na “II Mostra de Panificação e Bolos Decorados”, no auditório do Tribunal de Contas do Estado (TCE), nesta sexta-feira (17). A iniciativa é fruto das oficinas realizadas dentro das unidades socioeducativas do Estado, gerenciadas pela Fundação de Atendimento Socioeducativo do Pará (Fasepa), que busca a inclusão e qualificação dos adolescentes para ingressar no mercado de trabalho.

 

 


No total, 60 adolescentes de nove unidades socioeducativas estavam envolvidos no evento apresentando produtos como bolo de açaí, pão de açaí, pastel de pato, esfirra, bolo decorado e outros alimentos, além de apresentações culturais e mostra de produtos artesanais.

 

  


A programação foi aberta a todos os funcionários do TCE e comunidade socioeducativa, contando com relato dos adolescentes participantes dos cursos, além de mostrar para o público presente a importância da qualificação profissional dos adolescentes, demonstrando a capacidade de ressocialização dos jovens e retorno ao convívio em sociedade.

 

 


Essa é uma oportunidade dos adolescentes mostrarem a sociedade de que é possível garantir a ressocialização de quem cometeu algum tipo de ato infracional no passado. Um que busca mostrar sua mudança é o adolescente de 17 anos, que cumpre há um ano e sete meses medida socioeducativa na unidade de Ananindeua, para ele as atividades da Fasepa junto com o apoio da família são fundamentais para vencer o passado, sem deixar de refletir sobre seus atos, enquanto espera a audiência que pode garantir sua liberdade. “isso é muito bom para quando sair daqui da socioeducação arrumar um trabalho. Com isso eu sigo construindo pontes para o futuro, com minha mulher, mãe e meus sobrinhos que me dão força de vontade para querer algo melhor e seguir em frente para vencer essa luta que não é fácil. Uma das lutas é o curso de panificação, a gente vai aprendendo aos poucos, mas com a ajuda dos professores eu sempre aprendo um pouco a cada dia. Com isso eu quero dar um exemplo de vida e mostrar para todos que consegui vencer”, relata.

 

 


A mostra de panificação foi uma oportunidade de descobrir novos talentos dos socioeducandos. Talentos que nem eles sabiam que tinham foi desenvolvido em oficinas de panificação dentro das unidades de internação. É o caso da adolescente de 16 anos que cumpre medida no Centro Socioeducativo Feminino (Cesef), em Ananindeua. Graças às atividades desenvolvidas no espaço, hoje ela mostra ser uma pessoa completamente diferente da que era quando cometeu o ato infracional e hoje busca nos cursos profissionalizantes uma oportunidade de mudar de vida. “Esse curso foi muito bom pra mim. Comecei agora e já aprendi a fazer bolo, cupcake e brigadeiro. Eu pretendo seguir essa profissão no futuro e quando sair daqui melhorar bastante. Mudar mesmo porque sei que hoje sou uma pessoa melhor”, disse a adolescente.

 

 


O presidente da Fasepa, Simão Bastos, agradeceu a oportunidade dada pelo TCE-PA que abriu as portas da instituição para que os adolescentes mostrassem seus talentos, ressaltando que parcerias como a existente entre os dois órgãos, contribuem com a ressocialização dos adolescentes. “Aqui é um desenho de oficinas de panificação realizadas nos espaços socioeducativos para brindar mais uma etapa dessa parceria que a cada ano se estreita com o TCE-PA e que contribui com o processo de cidade dos adolescentes e servidores da Fundação”, declarou.

 

 


Presidente do TCE-PA, a conselheira Lourdes Lima destacou que a parceria entre as duas instituições existe há anos, desde a exposição de produtos aos servidores como a oferta de estágios remunerados aos socioeuducandos, possibilitando a troca de experiência entre os servidores do TCE-PA e a comunidade socioeducativa, além de oferecer aos poucos a reintegração dos adolescentes junto a sociedade. “Para nós é uma alegria compartilhar esse momento com eles, porque fazem parte da sociedade. É um momento de acolhê-los com muito carinho em nossa casa, com a oportunidade de conhecer o TCE. É um momento de alegria principalmente por vê-los compartilharem conosco a confecção de diversos tipos de produtos e Estou encantada com o trabalho que a Fasepa, através de toda a equipe, desenvolve”, destacou. Durante a programação, a presidente do TCE-PA anunciou uma grande ação de final de ano, envolvendo servidores da instituição, que doará matérias didáticos para adolescentes custodiados pela Fasepa.

 

 


O conselheiro Nelson Chaves acompanha a socioeducação desde a década de 90, sendo o primeiro a realizar um convênio com a instituição estadual responsável por aplicar as medidas socioeducativas no Estado. Ele elogiou o trabalho desenvolvido junto aos adolescentes, que contribuem com o desenvolvimento humano dos internos. “Isso é muito importante porque mostra pra sociedade de que existe um caminho. Devemos prestar atenção, principalmente as instituições públicas, de que quando existe um caminho como esse é uma sinalização de que podemos alcançar o objetivo que desejamos que é dar um caminho para esses jovens. Em um momento grave que atravessamos no país, só podemos superar as adversidades se dermos as mãos para enfrentar esse problema da violência contra os nossos jovens”, diz.


Texto: Tiago Furtado

Fotos: Alberto Passos / Ascom Fasepa

 

 

 

imagem: 
Imagem ilustrativa da notícia.
Desenvolvimento: PRODEPA Usando CMS livre - Drupal Sítio Acessível