Este site utiliza código Javascript.
Estou em: » Medida socioeducativa em meio aberto é tema de "Diálogos Temáticos" com municípios da Região Guamá

Medida socioeducativa em meio aberto é tema de "Diálogos Temáticos" com municípios da Região Guamá

 

Buscando a consolidação da rede de serviços assistenciais, a partir da elaboração do Plano Municipal de Atendimento Socioeducativo, e prestar assessoramento técnico aos profissionais que atuam junto a adolescentes e jovens que respondem por atos infracionais em meio aberto (liberdade assistida e prestação de serviço à comunidade), a Fundação de Atendimento Socioeducativo do Pará (Fasepa) deu início na última terça-feira (31), em Castanhal, o encontro denominado “Diálogos Temáticos” com 18 municípios que integram a Região de integração do Guamá.




A ação faz parte do Projeto Ressignificando Caminhos na Socioeducação, desenvolvido pela Fundação, por meio da Coordenadoria de Regionalização e Apoio a Municipalização (Cream). A exemplo do que aconteceu nos dias 24 e 25 de outubro, quando a Fundação reuniu com os profissionais da Região Tocantins, os participantes também evidenciaram alguns entraves e desafios encontrados no processo, debateram propostas, estratégias e apontaram soluções com base no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e no Sistema Nacional de Atendimento Socioeducativo (Sinase).

 

O psicólogo que atua no Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas), no município de Santa Maria do Pará, Marcelo Gaia, observou que “nós estamos tendo essa oportunidade de absorver conhecimento, trocar experiências e nos atualizar. Contudo, precisamos avançar na elaboração do nosso Plano Municipal, já que ficou por algum tempo parado, mas chegou a hora de trabalharmos de forma coletiva e participativa para que nós possamos efetivar as políticas públicas voltadas a esses jovens que tanto precisam da nossa atenção”, ressaltou.

 

 

Ainda segundo ele, as dificuldades na articulação com a rede são superadas quando as pessoas dialogam na busca por soluções. “A cada dia nós tentamos romper com esse distanciamento com esses demais atores sociais, justamente nesses momentos como esse de sensibilização”, revelou Marcelo.

 

Protagonismo – durante a programação, cerca de 30 jovens em cumprimento de medida socioeducativa levaram a magia, alegria e o colorido das performances artísticas que encantaram os participantes com apresentações envolvendo música, dança e teatro. “É muito bom saber que essas pessoas estão reunidas aqui pensando em como ajudar vários jovens que, assim como eu, precisam de uma palavra de incentivo e de uma oportunidade para transformar as nossas vidas e seguir um outro caminho”, comentou um jovem de 17 anos, que está há aproximadamente um ano cumprindo medida socioeducativa de internação.

 

 

 

Avanços - O presidente da Fasepa, Simão Bastos, destacou os avanços a partir do número de municípios que já estão com os seus Planos Municipais estruturados e os que estão em andamento para finalização. “Hoje nós estamos com 45 e mais cinco municípios em andamento. Ou seja, quase 50 municípios estão sendo acompanhados pela Fundação, onde esses profissionais estão sendo capacitados para execução das medidas socioeducativas em meio aberto. Por sua natureza complexa e específica, é fundamental nós, enquanto operadores desse sistema, estarmos convergindo esforços que possibilitem aprimorarmos nossos processos de trabalho”, frisou.

 

 

 

Ele finalizou dizendo que “sabemos que a luta é árdua e ainda temos muito a caminhar, no entanto, não podemos deixar de registrar que estamos caminhando e sabemos onde queremos chegar para alcançar nossos objetivos”, completou Simão Bastos.

 

A atividade encerra nesta quarta-feira (01), no auditório do Hotel Durma Bem, em Castanhal, abordando temas como a elaboração do Plano Individual de Atendimento (PIA), política de atenção aos egressos, entre outros. Além disso, a partir de reuniões ampliadas os participantes produzirão um plano de ação para formular o Plano Municipal de Atendimento Socioeducativo. Fazem parte da Região Guamá os seguintes municípios: Curuçá, Magalhães Barata, Vigia, Igarapé Açu, São Miguel do Guamá, São João da Ponta, entre outros.

 

Texto e fotos: Alberto Passos / Ascom Fasepa

 

 

 

imagem: 
Imagem ilustrativa da notícia.
Desenvolvimento: PRODEPA Usando CMS livre - Drupal Sítio Acessível